Imagem do título
História E TRADIÇÔES
Aqui historiamos, como num panorama, a trajetória de nossa Associação dos Antigos Alunos da Faculdade de Direito da USP, desde sua fundação em 1931.
  • Tradições
  • 09. O estandarte da faculdade de direito
  •  O atual estandarte da Faculdade de Direito foi solenemente inaugurado por ocasião dos festejos de 11 de agosto de 1904. As comemorações tiveram início com uma missa na Igreja de São Francisco, celebrada pelo Padre Dr. João Corrêa de Carvalho, ex-aluno, que, ao final, o abençoou.

              Em seguida, já no Salão Nobre, na presença da Congregação e do Dr. Vicente Mamede de Freitas, Diretor Interino, ouviu-se discurso do Dr. Manuel Clementino de Oliveira Escorel, lente catedrático, representando o Dr. José Joaquim Seabra, Ministro do Interior, escolhido para paraninfo do estandarte.

     

    Ao final das comemorações, acadêmicos da Faculdade de Direito e estudantes de outras escolas saíram em passeata pelas ruas centrais da cidade, levando o novo estandarte, que ia ladeado pelos estandartes da Escola Politécnica, Escola de Farmácia, Escola Normal e Escola Prática de Comércio.

              Foi por encomenda de Luiz de Campos Vergueiro e outros estudantes do Centro Acadêmico XI de Agosto que se confeccionou o estandarte nas oficinas da Casa Pio X, de Collazos & Companhia, fornecedora de paramentos e imagens religiosas, situada na rua Direita, n.40, em frente à Igreja de Santo Antônio (na quadra depois demolida para a abertura da praça do Patriarca). À véspera da solenidade, dia 10 de agosto, o estandarte ficou exposto na vitrine daquela loja.

              Trata-se do terceiro estandarte da Faculdade de Direito, sendo que o anterior vigorou por cerca de trinta anos e faz parte, hoje, do acervo institucional.

    Fontes: Correio Paulistano, ago. 1904 e Almanak Laemmert para 1910.

              Esta nota que reproduzimos, foi objeto de pesquisa da historiadora de sucesso e Antiga Aluna, Heloisa Barbuy, Turma 1981, a quem agradecemos.

              A reverência que devemos tributar a esse tradicional símbolo das Arcadas, ensejou a réplica que nossa Associação mandou confeccionar para adornar nossa Sede e cuja foto ilustra esta matéria.